Carol, esse é pra você

Carol tem sete anos, e não quer ficar brincando com Maria enquanto adultos cuidam de coisas do casamento do pai dela. Primeiro, Carol, você não tem o que reclamar. Amanhã você vai fazer algo que era impossível até pouco tempo atrás: Ir ao casamento do seu pai. Máquinas do tempo ou fotografias e filmagens emContinuar lendo “Carol, esse é pra você”

Não era amor

Nos dois meses que se passaram eles se amaram incondicionalmente. “Que dure o tempo que durar” dizia ele sendo óbvio, ao que ela respondia “que seja eterno enquanto dure”. Ela falava em casar na igreja, em ter um labrador, dois filhos e uma casa no Guarujá. Ele, otimista, não falava nada. Fazendo planos para eternidadeContinuar lendo “Não era amor”