Resenha: Peregrinas de Calmaria e Tormenta

Jout desconhece o que é liberdade. Escrava de um dos povos mais odiados de Tallautumn, ela vê a brasa da liberdade queimar quando invasores vindos do além-mar tomam o povoado de seus captores.
Gaile, uma obstinada sopradora de vidro, não pretende seguir os planos do pai de casá-la. Mas o destino não está do seu lado, e seus sonhos são interrompidos quando um povo bárbaro bate às portas de sua vila.
Inesperadamente, as vidas de Jout e Gaile se entrelaçam, e logo elas percebem que precisarão fazer escolhas difíceis se quiserem manter-se vivas.

Em Peregrinas de Calmaria e Tormenta, o leitor é apresentado ao mundo de Tallautumn por dois pontos de vista diferentes. O da jovem sonhadora Gaile, e o da escrava Jout. E, por ambos os pontos de vista, você não é cercado por uma enxurrada de informações sobre o mundo, a língua e a cultura. Esses elementos são apresentados gradualmente, de forma que não assustam o leitor. Ambas as personagens principais tem características e qualidades ímpares, e que conquistam e motivam qualquer um a ler essa história envolvente até o final. As personagens secundárias movimentam a trama e os conflitos de forma tão orquestrada que você se sente junto deste grupo de mulheres fortes.

Todo o primeiro ato do livro te cerca com a impressão de que algo ruim está prestes a acontecer, e essa tensão te prende até que algo ruim de fato acontece. Não só a motivação dos personagens é moldada sobre o ambiente onde vivem e como as coisas acontecem, como também suas ações e decisões implicam na trama e em seu relacionamento com outros personagens. No segundo e terceiro ato a tensão gira em torno da fuga. E a partir daí o destino se torna tão importante quanto a jornada que movimenta a construção de cada personagem.

Tallautumn é um mundo vivo, com cidades-estado e culturas próprias. Lais consegue te apresentar esse mundo com detalhes e clareza impressionantes. Os personagens estão muito bem construídos, e a história das Peregrinas é cativante e emociona em muitos momentos da trama.

A fantasia de Peregrinas não só te mostra um mundo novo, com povos e raças distintas, como te coloca de frente a várias tradições e culturas do mundo real. Todos os questionamentos que os personagens fazem durante a jornada instigam o leitor a pensar e refletir sobre o nosso mundo.

Você pode comprar Peregrinas de Calmaria e Tormenta na Amazon Kindle! Só clicar no link abaixo:

Além disso tudo, eu tive o prazer de entrevistar Lais Napoli, a autora desse romance fantástico incrível. Você pode conferir a entrevista no Anchor, Spotify ou no player abaixo:

%d blogueiros gostam disto: