Atestado e ausência de podcast

Agora eu acabo de trocar de roupa e percebo que, puxa, o dentista me ligou. Minha consulta era pra ser daqui uma hora, mas foi adiantada, a Magali disse. Bom, tudo bem.

Eu corro e entro no carro, a Dani me leva. Entro, faço uma ficha e assino um documento enquanto o doutor se prepara para fazer a cirurgia. Conversamos um pouco sobre o moço que faria a extração às 7 ter chegado atrasado, e por isso a minha foi adiantada.

Eu sento na cadeira e espero o sinal para tirar a máscara. Sala muito branca, uma luz amarela num suporte que ele liga e aponta pra minha boca. Ele pendura com um durex a radiografia panoramica da minha boca.

Ao terminar de preparar a anestesia nos deparamos com o que vai ser a maior dificuldade da cirurgia toda: não consigo controlar a minha língua. Ela afasta e ataca imediatamente qualquer objeto metálico estranho invadindo minha boca. Quanto mais eu tento controlar mais ela resiste. Está sendo assim com a anestesia entrando. A Magali está segurando minha lingua. Ai.

Aos poucos minha boca está ficando..ficando..eu toco no queixo e não sinto nadinha.

O doutor pode começar a cirurgia, eu acho. Bom…não estou sentindo nada na parte inferior do meu rosto. Eu nunca fiz nenhuma cirurgia na boca, então imagino que já é a hora de começar.

É exatamente como eu pensei. Ele pega um alicate.

Depois uma serra.

Agora o alicate de novo. Ele escapa do meu dente..

Depois de algumas tentativas, e mais serra, e mais alicate. Eu vejo um pedaço do meu dente saindo. Depois outro pedaço. Então ele costura enquanto conversa com Magali. Ela achou um lugar que vende laranja barato. Ele não gosta de escolher, e pega as que estão por cima. Eu participo da conversa com pequenos gestos manuais.

Ele me dá um atestado e instruções para sobreviver aos proximos dias sem muito problema.

E é por isso que não teve podcast no último sábado.

2 comentários em “Atestado e ausência de podcast

  1. Rapaz, já tive experiências escabrosas com cirurgias dentárias, mas acho que se eu descrevesse como você fez seria mais para uma cena de filme de terror… Vão-se os dentes, mas fica a dor!

    Curtido por 1 pessoa

Os comentários estão encerrados.