Outubro, 2019

Acabou outubro!

E, pela primeira vez aqui no Coisas, vamos fazer um resumão do que rolou desde o dia primeiro (voz de apresentador de TV)

No primeiro texto do mês aprendemos como são hostis e, ao mesmo tempo civilizadas, as salas de espera de consultório. Mas até aí, o mundo inteiro é hostil e civilizado, então não tem muito problema.

Em dois extremos da tecnologia, em Anda, Liga e Faz Café entendemos como as ideias mais inusitadas – e inúteis – nascem, são modificadas e sofisticadas até o produto final como, por exemplo, um carro que faz café. No O Homem Natural, por outro lado, vimos como, na verdade, é difícil fazer café.

Eu tirei ali uma semaninha de folga, porque esqueci de escrever texto e ainda estava processando, na minha mente, um certo filme que vi algumas vezes no cinema. Mas não se preocupe, tudo é muito bem explicadinho por aqui, e tudo voltou a normal depois.
E contei que tenho medo de escrever, e contei o porquê disso lá no Boneca Russa das Realidades. Ninguém viu esse texto ainda, então corre lá.

Fazia um tempo que eu queria falar sobre a Matemática Aplicada na Vida Real. Mais um texto de deseducação financeira aí para todo mundo. E, se você entendeu alguma coisa do que eu falei nesse texto, me manda um e-mail.

Num texto bem didático, aprendemos que, pelo amor de Deus, não se coloca a mesa de uma secretária na frente do hall do banheiro de uma empresa. Situação completamente hipotética. Nada a ver com o mundo real.

Chegando à marca de 130 textos, Victor foi canonizado como personagem do Coisas de Pedro na mini minissérie Provas da Vida Adulta e Superstições Sobre Sexta-feira 13 com Lua Cheia. Mas, na verdade, as histórias malucas do Victor são tantas que não cabem aqui nesse blog. Espero que um dia aquele podcast aconteça, Victor!

O texto mais lido do mês foi O Homem Natural, e com certeza vai virar série. Afinal, como você já viu, o café do nosso hippie precisa de açúcar.

Obrigado a todo mundo pelos minutinhos gastos lendo textos por aqui. Obrigado também aos KB/s dos seus dados móveis ou wi-fi que você usou para acessar o Coisas de Pedro, e eu prometo que não vou pagar sua internet. Mas, espero que tenha valido à pena na base do entretenimento, mesmo.
Vejo você semana que vem!