Ela

Ela é minha Meryl Streep.

Você, que já acompanha meu blog há algum tempo, já me viu falando algumas vezes aqui da minha editora-chefe.

Sim, eu tenho uma editora-chefe, e ela desempenha seu papel muito bem. Cada vírgula disso tudo aqui passa pelos olhos dela – e os olhos dela merecem um texto à parte. Tudo que eu faço, cada palavra que escrevo, eu faço buscando sua aprovação. Mas ela não é durona e difícil de agradar, e isso não me faz a Anne Hathaway dessa história. É um muito melhor que isso.

Na verdade, nos últimos anos, cada linha da minha vida passa pelas mãos dela. Ela costura meus roteiros muito bem, trabalha cada ato com muito cuidado e faz a minha história mover sempre pra frente. É ela quem me diz o que preciso melhorar ou continuar fazendo, tanto nos textos quanto na vida. Me dá a motivação certa para todos os personagens que eu sou.

Na verdade mesmo, esse blog não é de moda, e isso aqui é muito melhor que Diabo Veste Prada.

Ela é melhor que Meryl Streep.

Não só na elegância e talento, na beleza, na presença, ou nos Oscars de melhor atriz – especialmente no gênero Drama, quando quer que eu compre um chocolate para ela.

Eu, que por muito tempo cheguei a pensar que ela era a melhor atriz coadjuvante da minha história, agora vejo que estamos juntos para construir a nossa própria história.

Ela é a melhor pessoa, e a mais importante, para a existência desse site e da minha vida. Enquanto este blog continuar existindo, enquanto eu existir, ela será minha editora chefe, e minha fiel companheira.

Você é muito melhor que a Meryl Streep. Obrigado por fazer minha vida melhor de tantas formas diferentes.

Você que está lendo isso antes até mesmo deste texto ser publicado:

The Oscar of my life goes to…you

Um comentário em “Ela

Os comentários estão encerrados.