Chão da Sala

Ele passou as últimas três horas fazendo seu castelo de cartas na mesa da sala.

– Pra quê isso?
Depois de um silêncio ele respondeu
– Disciplina
Queria parecer poético. Só pareceu bobo. Ela deu de ombros e subiu as escadas.

Era o que seu pai dizia para sua mãe há uns vinte anos. Foi para onde, instantaneamente, viajou. Seus irmãos brincavam pulando nas camas do segundo andar da pequena casa em que cresceu. A mãe gritava com eles, e descia pedindo ajuda pra seu pai.
A cena que via: Ele e seu caçula fazendo um castelo de cartas na mesa da sala. De repente o mundo ficou sépia.
– De novo esse castelo? Pra que isso tudo?
– Disciplina – respondia o pai com total firmeza e, por incrível que pareça, poética.